“I was shooting stills of models with long tongues swirling and sucking bakery products from under a pane of glass. I wanted to make enamel paintings along the idea of painting with my tongue. My makeup artist shot some short videos just to see how it would look. The low definition videos looked so good that later we made plans to do a professional high definition video. I have made both billboards and produced a commercial advertising a 1989 painting show so this made sense as a next step. Green Pink Caviar seems to have a life of its own.”

– Marilyn Minter

Marilyn Minter’s – Green Pink Caviar from KOVAROVA on Vimeo.

Que felicidade quando descobri o trabalho de Marilyn Minter! Esta nova-iorquina de 63 anos é uma pintora, escultora e fotógrafa que explora a sexualidade e a transgressão em suas obras. Das duas uma: ou você fica sem palavras ou você se choca! Em 2009, ele fez o vídeo Green Pink Caviar, que, na verdade, tem oito minutos e retrata a alucinação de extrema sensualidade de um voyer. Tal idéia adveio como consequência de uma sessão de fotos, em que Minter instruiu suas modelos (escolhidas por terem línguas compridas) a lamber balas coloridas, empurrar açúcar colorido e misturar tudo isso com a saliva em cima de um painel de vidro, afim de simular uma pintura, enquanto ela tirava as fotos. Bom, este vídeo rendeu a Marilyn Minter não só pano de fundo para as canções de Madonna em sua turnê Sticky & Sweet, mas também fez parte de Destricted, uma coleção de pequenos filmes de oito artistas convidados a expor as suas visões sobre a sexo e a pornografia. Ohhhhh Se eu vi bem, Green Pink Caviar é a visão mais romântica e aceitável para os meus padrões (ohhhhhh).

Beijinhos,

bloglovin