É, neste RJFW coleção verão 2012, parece que Prada fez escola aqui no Brasil e ganhou aderência total no desfile da New Order! A Totem até que deu um certo toque de originalidade as famosas listras!  Assim como Moschino ensinou muito bem como usar jeans + jeans, não é TNG? Entre minimalismo total white de Walter Rodrigues, a cool girl de My Philosophy (ou eu deveria dizer, NORTH AMERICAN Philosophy… acho que já vi esta saia em algum lugar! Mesmo assim, a saia é linda!), o mix de estampas de pequeninos animais da Savana de Têca (e quem disse que roupas com pequenos animais não seriam adotadas aqui no Brasil? Pelo menos, ao invés de aves Miu Miu, gatinhos e cãezinhos, temos animais da Savana!!!), senti que o verão carioca será solto, meio despretensioso, o que não é muito ruim se você pensar que o nosso clima exige roupas bem confortáveis. O menos é sempre mais!

Agora, saiu um pouco de cena a estampa de animal (não para Andrea Marques com o seu belo vestido e sua bela saia) para o uso real de pele de couro, o que foi feito predominantemente pela Espaço Fashion. Isso me faz querer enfatizar uma declaração feita por Carlos Miele ao jornal Diário Catarinense: “Os animais de cativeiro são criados para esse propósito. Acho que tudo neles tem de ser consumido, até o osso. Não concordo com o uso de peles de animais selvagens. Mas acho essa discussão simples demais. Então, se não podemos usar peles de animais de cativeiro, temos de discutir se podemos continuar comendo peixes e carnes, por exemplo.”

Sinceramente não exprimirei a minha opinião e nem tocarei na questão da condição dos animais em cativeiro, mas devo dizer que se o animal já será morto para o nosso consumo não é ilógico usar a sua pele (ou até o osso!) para aproveitar o máximo deste abatimento! Agora, é diverso se o animal em questão é um animal que tem a sua pele arrancada enquanto ainda  vivo, se é um animal COSTUMEIRAMENTE não se come! Não atirarei mais pedra na companhia de sapatos, que já sabemos qual, que anunciou a sua coleção e depois a retirou de circulação, até mesmo porque basta ver o desfile da coleção de inverno para ficar bastante horrorizado! O que mais me incomoda é o nosso copia e cola. Não está imbutido na nossa cultura de país tropical o uso de peles verdadeiras em nossa vestimenta, apesar do Brasil ser o segundo maior produtor de pele de chinchila no mundo! É, a globalização não pode ser evitada e cada vez mais perdemos a nossa originalidade… Acho que o casaco de pele sintético que vi na Leader Magazine já não me é tão indiferente assim. Afinal, pelo menos a pela sintética poupa 20 vezes mais o uso de energia em comparação a pele verdadeira, além de não exigir um tratamento especial para ser conservada!

Só espero que a mesma pedra que esteve em nossas mãos para ser usada com a tal empresa de sapatos também esteja em nossas mãos para o uso de mão de obra escrava e de menores, o uso desenfreado de recursos naturais no lugar da adoção de medidas menos drásticas, a poluição do meio ambiente com produtos altamente químicos e assim vai… Que a nossa moda seja mais consciente e que a única pele de animal selvagem que tenhamos não ultrapasse a estamparia de nossas roupas! Adoro esta blusa com motivos de onça na mamãe!

Sobre o assunto, leiam o interessante texto de Lu Jordão para o Coletivo Verde! Ademais, o seu blog Duas – Moda e Arte é extraordinário!

I WORE: American Apparel Petticoat Skirt / Vintage Shirt / Lojas Riachuelo Pumps (my pumps walk alone!!!) / Acessories from Feira de Genova 2011

CHICISIMO | CHICTOPIA | FASHIONFREAX | LOOKBOOK | MODE REPUBLIC | TRENDTATION | WEARDROBE

Beijinhos, °ღ•ѕσяяιη∂σ ѕємρяє°ღ.

bloglovin